Páginas

15 de abr de 2010

Portos inaugurados no Amazonas por Alfredo já apresentam problemas

Manaus, AM

          O porto de Humaitá (AM), inaugurado pelo ex-ministro Alfredo Nascimento no último dia 24, já está cedendo à força das águas do rio Madeira. Na semana passada, parte da estrutura flutuante foi deslocada vários metros pela água.

          Segundo o superintendente da Ahimoc (Administração das Hidrovias da Amazônia Ocidental), Sílvio Romano, troncos de árvores e galhos levados pelo Madeira têm levantado e arrastado parte do terminal.

          Apesar de inaugurado, o terminal de cargas e passageiros ainda não entrou em operação. A obra é fruto de um convênio do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) com a Codomar (Companhia Docas do Maranhão) e está inserida no PAC.
  
          O investimento inicial era de cerca de R$ 8,8 milhões, mas, segundo o Dnit, a obra já consumiu mais de R$ 14 milhões.

Já é o terceiro: Humaitá, Parintins e Manaquiri.

          Leitores do nosso site têm reportado que mais um porto do ministério dos Transportes apresenta imperfeições, além de Parintins e Humaitá. Agora seria o de Manaquiri. É uma prova de má aplicação dos recursos públicos.

         Com este porto, já são três os portos mal construídos na gestão de Alfredo que apresentam graves problemas na construção.

         Em março, na mesma cerimônia de inauguração, Dilma Rousseff inaugurou um trecho da BR-319 ainda com o asfalto inacabado, entre Humaitá e Porto Velho (RO).

Nenhum comentário:

Postar um comentário